Usar farol baixo de dia passa a ser obrigatório em rodovias

Começou, neste início de mês de Agosto, a obrigatoriedade de acender o farol baixo de dia, ao circular em rodovias. O descumprimento é considerado infração média, com 4 pontos na carteira de habilitação, e mais multa de R$ 85,13, que passará para R$ 130,16 em novembro próximo. Apenas para as motos o uso das luzes[…]
FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Mito ou verdade: carro automático consome mais combustível?

O câmbio automático perde parte da energia gerada pelo motor porque a ligação entre a transmissão e o motor é feita através de uma peça chamada conversor de torque. Ela faz o papel da embreagem dos câmbios manuais, transferindo a rotação do motor para dentro da caixa de engrenagens. Enquanto na troca de marcha em[…]

Erro em radar obriga cancelamento de 17 mil multas

O erro de aferição em um radar de controle de velocidade obrigou o cancelamento de 17.094 autuações indevidas de motoristas que rodavam pela zona leste da cidade de São Paulo. É o recorde de anulações simultâneas de multas na capital, como reconhece a CET – Companhia de Engenharia de Tráfego. As multas canceladas equivalem a[…]

O Encontro FIA sobre Mobilidade

  Na primeira quinzena de maio, a FIA realizou uma conferência internacional sobre mobilidade, que reuniu 250 pessoas representando clubes-membros, de 90 países. O ACBr esteve presente com seu Diretor Institucional Mario Divo, que também participou do encontro dos Clube-correspondentes e acompanhou o detalhamento da estratégia de FIA para que ela se posicione, cada vez[…]

GM deixa de vender carro sem airbag em mercado emergente

Decisão saiu após avaliação negativa do Latin NCAP. Embora ainda não haja anúncio oficial, a agência de notícias Associated Press informa que a General Motors deixará de comercializar carros sem airbags em países emergentes. A decisão teria sido tomada depois que um modelo Chevrolet se saiu mal nos testes de colisão do Latin NCAP. O[…]

Destroços na via após sinistro rodoviário. Quem limpa?

A todo o momento, em qual quer lugar do país, um acidente rodoviário está a acontecer ou prestes a surgir. Tal facto deve-se por que os condutores têm comportamentos de risco que os proporcionam. Às consequências estão expostos, não apenas quem os promove, como também quem circula nas suas imediações. Acontece que, após um sinistro,[…]

Sinalização desigual entre países da União Europeia

A formação da União Europeia deveria crer uma unificação e igualdade de regras, neste caso, de regras relativas ao meio rodoviário, capazes de proporcionar, essencialmente aos habitantes europeus, uma maior facilidade de conhecimento das normas. No entanto, esta União Europeia só o é em questões de interesse individual, para alguns membros ou representantes dos mesmos.[…]