Seguradoras temem que novas assistências automotivas tragam prejuízos

As montadoras querem cada vez mais acelerar o lançamento de tecnologia projetada para evitar acidentes, mas as companhias de seguro querem ter cautela com consumidores que buscam descontos em seus serviços comprando freios que evitam colisões ou controles de velocidade automatizados. O mercado global de sistemas avançados de assistência ao motorista, conhecido na indústria como ADAS, deve chegar a mais de 67 bilhões de dólares (R$ 252 bi) até 2025, crescendo mais de 10% ao ano. Um grupo de 20 fabricantes de automóveis se comprometeu em equipar quase todos os seus novos veículos com aviso de colisão frontal e frenagem de emergência automática em velocidade urbana até 2020.

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *