Carros elétricos, híbridos e importados vão ficar mais baratos no Brasil

 

O Governo Brasileiro divulgou o novo projeto de incentivo às montadoras de carros denominado Rota 2030. O novo programa vigorará pelos próximos 15 anos, e estabelece um conjunto de metas que devem ser atingidas. O texto completo deve ser publicado em 30 dias. Agora a pergunta é: Por que carros elétricos e importados vão ficar mais baratos?

De acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), o Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) dos carros elétricos e híbridos ficarão menores a partir de novembro. Isso ocorre porque a porcentagem de 25% atuais ficará entre 7% a 20% – dependendo do peso do carro, bem como o consumo e a emissão de poluentes. Além disso, os carros híbridos que aceitarem etanol (flex) como combustível terão mais um desconto extra de cerca de 2%. Todavia, ainda não há veículos com esta tecnologia no Brasil.

Agora, acerca dos carros importados, os seus respectivos preços já estão mais baixos desde o início do ano. O motivo dessa decisão é que os carros dessa categoria estavam pagando 30% a mais de imposto do que os carros nacionais. Anteriormente, o que estava em vigor era o Super IPI, que ocasionava sobre cada carro trazido de fora do Mercosul e do México que ultrapassasse uma cota determinada para cada marca. Depois das marcas diminuírem o fluxo de importações por conta do imposto, desta forma com o fim da sobretaxa, a expectativa é de que aumente o número de importações no país.

 

***

Quer ficar atualizado sobre os principais assuntos do mundo automotivo? Continue conectado conosco e assine a nossa newsletter mensal!

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *