Grandes montadoras aceleram em direção à mobilidade sustentável

Carro movido à eletricidade da Audi (Foto: Reprodução Auto International Journal Of The Fia)

Uma porcentagem maior de carros das principais montadoras de veículos do mundo estão cada vez mais próximos da eletrificação. Isto ocorre após as companhias dedicarem grande atenção à mobilidade elétrica nos últimos tempos.
 
A Volkswagen e suas subsidiárias Audi e Porsche, além da Volvo, estão anunciando planos para investir ainda mais em eletrificação.
 
A alemã (Audi) pretende vender cerca de 800.000 carros elétricos em 2025 como parte do seu plano de ativação e transformação que vai investir $ 40 bilhões de dólares nas áreas de mobilidade sustentável, direção autônoma e digitalização.
 
“Nosso objetivo é revolucionar a mobilidade. Também em mobilidade elétrica queremos nos tornar o número um entre os fabricantes premium – com total adequação para o uso diário, sem compromissos, alta qualidade e prazer de dirigir para o cliente.”, afirma o presidente do conselho de administração da Audi, Rupert Stadler.

A Porsche está considerando uma versão elétrica do Cayenne entre outros modelos (Foto: Reprodução Auto International Journal Of The Fia)

Enquanto a Audi intensifica a produção dos carros elétricos, a Volkswagen investe na infraestrutura necessária para eletrificação anunciando planos para 484 estações de carregamento nos Estados Unidos. Implementado por meio da subsidiária da Volkswagen, a Electrify America, os locais de cobrança não terão mais que 120 milhas (193,1km) de distância a partir de 39 estados, como a Volkswagen aborda o consumidor com receio dele ficar fora do alcance entre os pontos de carregamento.
A Electrify America escolheu vários fornecedores – incluindo patrocinadores da Fórmula E, título ABB e South Korea’s Signet – para instalar carregadores de veículos em cada estação, cem serão apresentados nas lojas do Walmart nos EUA. Já a Porsche pretende instalar 500 novos carregadores rápidos em concessionárias e rodovias locais nos Estados Unidos até 2019. Esta lançará seu primeiro carro totalmente elétrico no próximo ano e também considera variantes de modelos como o Macan, Panamera e Cayenne.
 
Em entrevista ao Automotive News, Klaus Zellmet, CEO da Porsche Carros da América do Norte recusou-se a divulgar valores de investimento para a proposta de pontos de carregamento, mas confirmou que as concessionárias terão que se comprometer ao “número de seis dígitos” para tornar o lançamento uma realidade.
 
Os principais mercados dos EUA e da China levaram a Volvo a remover o diesel da sua linha S60 de última geração. A falta de demanda por carros com motor de combustão e o interesse no setor de veículos elétricos motivaram a decisão, e segue o compromisso da marca de produzir carros elétricos e híbridos a partir de 2019.
“Nosso futuro é elétrico e nós não vamos mais desenvolver uma nova geração de motores a diesel.”, afirma o CEO da Volvo, Håkan Samuelsson. “Vamos descontinuar os carros com um motor de combustão interna, com versões híbridas, e a gasolina como uma opção de transição à medida que avançamos para a eletrificação total. O novo S60 representa o próximo passo nesse compromisso.”, conclui.
FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *