Pintar o carro em casa pode não ser uma boa ideia

Todo motorista apaixonado por seu carro quer vê-lo sempre com a pintura intacta, com aparência de novo e brilhando. Na intensão de sempre melhorar o que parece ser um probleminha, muita gente resolve dar um jeito no carro em casa mesmo e, para esses aventureiros, basta um vídeo tutorial para nascer um mecânico de quintal.

Nenhum “reparo” é impossível de ser feito por um amador, mas é preciso ter muito cuidado para não acabar comprometendo o veículo e gastar mais que se tivesse levado a um profissional. É o caso da pintura que faz as pessoas terem vontade de sair comprando compressores, pistolas de ar e tinta para dar um novo visual ao carro. Mas cuidado! A tentativa de mudar de cor pode se tornar uma tragédia.

Antes de qualquer coisa, se você viu um vídeo na internet, achou fácil pintar o carro e tem dinheiro para gastar nos equipamentos, bola para frente, mas saiba que, hipótese alguma, não é para sair pintando a lataria de primeira. É fundamental fazer testes de aplicação, primeiro para testar suas habilidades de pintor de carro e evitar falta ou excesso de tinta e segundo pra testar os equipamentos e as tonalidades de tinta.

Prepare a superfície

Antes você precisa estar completamente ciente de que tipo de preparo a lataria precisa. Cada carro tem um modo de ser preparado para receber a nova camada de tinta. Você também vai precisar lixar bem e por último, mas com muito mais atenção, retirar totalmente a poeira da superfície. Um grão se quer em cima da parte a ser pintada compromete totalmente o resultado final. É por isso que nos estabelecimentos que fazem esse tipo de pintura, o procedimento é realizado dentro de um “estúdio” com filtros de ar e ventilação controlada. Como você vai fazer em casa mesmo, cuidado!

Lembrando que a superfície que receberá a tinta precisa estar completamente limpa, seca e lisa.

Tinta

Não basta ver a cor favorita e comprar, pois existem milhares de combinações de cor possível. Se estiver buscando apenas um reparo na tinta que já existe e queira manter a mesma cor original, é melhor contratar um colorista, para fazer as misturas necessárias até alcançar a cor do carro.

Pode ser também que a escolha da tinta por alguém inexperiente fracasse após a aplicação. As tintas sempre têm uma cor concentrada na embalagem e apresentam outra depois de secarem.

Verniz

Nem chegue nessa parte se deu algo errado na pintura. É melhor mesmo lixar tudo de novo e repintar. O verniz só tem a função de proteger a tinta e dar brilho e não de esconder falhas de pintura.

Tenha atenção para saber se o verniz é aplicável a tinta que você está usando. NUNCA saia fazendo misturas sem olhar para trás, até porque todos esses produtos são um tanto quanto caros.

Viu como pintar o carro em casa requer um investimento e dá mais trabalho que parece? Tem mais: saiba que a tinta demora cerca de dois meses para secar (se feito em casa de modo amador) por causa da variação de temperatura do veículo.

Independentemente do local que o carro será pintado (casa ou centro especializado), fique atento na mudança de cor. Isso significa que você terá que entrar em contato com o Detran do seu estado para comunicar a alteração. Carro com cor diferente da apresentada no documento do veículo é infração grave, com valor de R$ 195,23 e perda de 5 pontos na carteira.

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *