Carro elétrico: econômico, limpo e sustentável

Os carros elétricos são veículos que, obviamente, são movidos por eletricidade ao invés do combustível fóssil utilizado em todos os outros modelos de veículos. Uma de suas vantagens é a não emissão de gases poluentes, sendo assim, um veículo ecologicamente sustentável.

Ele é mais eficiente que os veículos padrões e proporciona um custo menor para seu proprietário quando o assunto é abastecimento. Com apenas R$ 12 é possível recarregar 100% de sua bateria, o que dará uma autonomia de 150 km em média. Comparando com os veículos movidos a gasolina, esses R$ 12 renderiam 4 litros de combustível para rodar aproximadamente 40 km.

A recarga da bateria é feita em eletro postos, que são centrais com a estrutura necessária para carregar um carro. Existem três tipos de recarregamento:

– O primeiro é o tipo Residencial, que é também chamado de Wallbox. Esta forma de recarga de bateria dura de 6 a 8 horas para dar uma carga completa no veículo.

– O segundo é o modo semi rápido, que proporciona cargas completas em até 2h.

– E um terceiro tipo de eletro posto que carrega o carro em até 1h. O método super rápido carrega 80% da bateria em 30 minutos e na outra meia-hora restante completa os outros 20%.

Alguns veículos ainda contam com um sistema de regeneração de bateria, o qual permite que ela seja recarregada em determinadas ações do motorista, o que não supre a carga completa, mas ajuda a aumentar a durabilidade da bateria.

Carro elétrico

Pontos de recarga

Ainda não se tem dados sobre a quantidade de eletro postos no Brasil, por isso, o proprietário de um carro elétrico ainda precisa fazer uma pesquisa em sua cidade para verificar onde pode reabastecer de forma rápida, uma vez que a carga em casa, demora cerca de 1/3 do dia para se completar.

Em agosto desse ano, houve o avanço de um projeto de lei que obriga as companhias de distribuição de energia a implementarem eletro postos em estacionamentos públicos.

A lei PLC 65/2014 ainda determina que as prefeituras deverão reservar vagas especiais para veículos elétricos, enquanto a ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) terá que revisar todos os contratos por conta das novas obrigações.

Manutenção

O motorista de carro elétrico certamente irá estranhar as primeiras visitas a uma oficina. Muito longe do cenário tradicional que o mundo está acostumado, com ferramentas para todos os lados e certa quantidade de sujeira, os centros de manutenção de um veículo puramente elétrico oferecem apenas uma mesa com um computador e algumas chaves no caso de trocar alguma peça. Além de que é possível ter ludo muito limpo e organizado.

Nas oficinas da Tesla, por exemplo, a descrição do procedimento se assemelha bastante com a revisão dos carros movidos à combustão. Alinhamento e balanceamento, check-up do sistema eletrônico, troca do filtro do ar-condicionado e higienização do sistema e lavagem do carro a seco é o processo de revisão.

Mas, tem um porém: ao contrário das oficinas mecânicas tradicionais os centros de manutenção de veículos elétricos necessitam de mão de obra mais técnica e que seja capaz de entender e dominar uma tecnologia complexa e sofisticada. Por isso, com a exigência de um profissional tecnologicamente capacitado acaba por tornar o custo de manutenção mais caro porque a mão de obra é mais cara. Mas, os montadores garantem que o preço está longe do absurdo.

Conforme já publicamos aqui no blog, na Europa, a expectativa é que o custo de ter um carro elétrico na Europa será semelhante ao de um veículo tradicional com motor de combustão, já a partir de 2018, o que levará o público a adotar esses modelos mais cedo do que era previsto, de acordo com uma análise do banco UBS sobre o Chevrolet Bolt.

FIA e ACBr são incentivadores do uso de carros elétricos

Desde 2014, a Federação Internacional do Automóvel – FIA organiza a Fórmula E para promover a tecnologia dos veículos elétricos e incentivar que estes carros sejam cada vez mais usados nas ruas. Esta categoria, iniciada em 2014, é uma competição de carros movidos exclusivamente por energia elétrica.

Para incentivar ainda mais a implementação desses veículos em nosso dia a dia, em prol de uma mobilidade mais sustentável, a FIA estará presente no 13º Salão Latino Americano de Veículos Híbridos-Elétricos, onde mostrará seus principais avanços em termos de tecnologia e segurança para este tipo de veículo.

O ACBr, como clube membro da FIA e apoiador do uso de carros elétricos nas ruas, também estará presente no evento e terá um espaço no stand da federação para mostrar seus projetos e perspectivas para quando o uso de carros elétricos for frequente no Brasil.

13º Salão Latino Americano de Veículos Híbridos-Elétricos acontecerá nos dias 21 a 23 de setembro no Expo Center Norte SP, em Vila Guilherme, São Paulo.

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *