FIA considera implementar Safety Car autônomo

Safety Car blogA FIA (Federação Internacional do Automóvel) considera levar os carros autônomos até a Fórmula 1, mas sem tirar a graça do esporte, que é um homem conduzindo uma supermáquina. Com o objetivo de promover a tecnologia que permite aos carros andarem sem a ajuda humana, a ideia é que o Safety Car ganhe vida própria e se livre de seu condutor. A expectativa é mostrar os avanços tecnológicos e impressionar o público que passará a ver um carro autônomo entrando na pista e ditando o ritmo dos carros pilotados.

Com um Safety Car autônomo espera-se que a tecnologia ganhe mais créditos aos olhares do mais céticos, pois ainda existem resistências quanto à aplicação desse modelo de transporte em qualquer modalidade pelos especialistas do setor automotivo. Além disso, a FIA acredita que passará a dar mais segurança aos profissionais que estão na pista, tendo um carro comandado por um computador à frente do pelotão de competidores.

A implementação de um veículo autônomo não deve impactar em nada no andamento da prova. Ela será mais para a promoção da tecnologia, até porque não será novidade para as equipes e para os pilotos um computador ditando ritmo da corrida. Atualmente, a F1 conta com o Safety Car Virtual, que emite sinais por todo o circuito orientando os pilotos a andarem em uma determinada velocidade e não fazer ultrapassagens.

Quanto ao uso de carros autônomos na Fórmula 1, no lugar dos pilotos, está descartado. A tecnologia já é usada para duas competições, a Roborace e a Fórmula E, garantindo assim o estrelismo dos pilotos da Fórmula 1 e evitando o desgaste da categoria.

O ACBr, como clube membro da FIA, apoia as práticas de descobertas e implementações de novas tecnologias em mobilidade que irão garantir mais segurança aos condutores e proporcionar um trânsito mais sustentável.

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *