iRAP apresenta plano para reduzir mortes e traumas em rodovias

Ao planejar ações para contribuir com uma maior segurança no trânsito em todo mundo, a iRAP – Programa Internacional de Avaliação de Estradas apontou caminhos para as rodovias se tornarem mais seguras. De acordo com seu sistema de avaliação, as rodovias são classificadas de 1 a 5 estrelas, na qual 1 significa menos segurança para os usuários e 5 mais segurança. Nesse sentido, a avaliação por estrelas mede o risco de ferimentos graves e mortes para pedestres, ciclistas, motoristas e motociclistas.

iRAP blogA quantidade de estrelas para uma rodovia é dada de acordo com a segurança que ela fornece aos seus usuários; quanto mais dispositivos houver, mais estrelas ela terá. A iRAP recomenda que as rodovias comerciais e as com circulação de pedestres tenham padrão de 4 a 5 estrelas, pois muitas pessoas são expostas a possíveis acidentes nestes locais. O programa ainda afirma que se todas as rodovias que possuem grande fluxo se tornassem 3 estrelas ou mais, muitas vidas seriam salvas.

A cada ano, aproximadamente 1,2 milhões de pessoas morrem e até 50 milhões sofrem ferimentos em rodovias no mundo, e a maioria desses acidentes acontecem com pessoas com idade entre 15 e 29 anos. A iRAP aponta, em seu estudo, que esses acidentes geram um custo de US$ 1,8 trilhões, o que representa 3% do PIB global e mais de US$ 500 bilhões são gastos com rodovias. Por isso, o programa acredita que ações urgentes devem ser tomadas para tornar o nosso trânsito mais seguro.

Das estradas em todo o mundo a instituição aponta o seguinte cenário de classificação:

– Pedestre: 26% das rodovias são 3 estrelas ou mais.
– Ciclistas: somente 24% das rodovias são 3 estrelas ou mais.
– Motociclistas: somente 29% das rodovias são 3 estrelas ou mais.
– Veículos: somente 44% das rodovias são 3 estrelas ou mais.

A reorganização do orçamento de gastos com rodovias é uma das soluções apresentadas pelo programa. Ações de atualização do sistema de segurança viária podem reduzir os custos em 30 a 50% e trariam um retorno de aproximadamente $8 para cada $1 investido. Mas, Se os custos de melhorias nas estradas for muito elevado e não houver maneiras de arcar com os valores, reduzir a velocidade pode ser uma solução para tornar a estrada mais segura e alcançar mais estrelas.

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *