Valores das multas de trânsito ficaram até 66%

As infrações de trânsito cometidas a partir do primeiro dia do mês de novembro terão multas com valores bem maiores que os atuais. O aumento, anunciado em maio deste ano, é de até 66% e os valores irão de R$ 88 (para infração leve) a R$ 293,47, não considerando as multiplicações do valor para algumas inflações gravíssimas. A mudança que mais chamou atenção foi referente a qualquer tipo de uso do celular ao volante, que passou de grau médio para gravíssimo.

05-blogCom o aumento das tarifas, espera-se que haja uma redução nas infrações às leis de trânsito, já que os valores altos obrigam aos motoristas, que não querem perder dinheiro no trânsito por própria culpa, a serem mais atentos e prudentes nas ruas e nas estradas.

Para os motoristas que tentavam burlar a fiscalização quanto às ligações pelo aparelho celular enquanto dirigiam, há uma mudança na regra. No novo texto, qualquer manuseio de telefones celulares ao volante, incluindo mandar mensagens e e navegar em redes sociais, passa a ser infração gravíssima no valor de R$ 293,47. A medida também vale para quando o motorista estiver parado em semáforos.

Outra mudança importante, foi referente às pessoas que se recusam ao fazer o teste do bafômetro. A penalidade passa a ser gravíssima com multa multiplicada por 10 vezes (R$ 2.934,70), além da suspensão da carteira de motorista por um ano. A punição passa ser igual à penalidade mínima para quem for flagrado no teste. O veículo também será retido, até a chegada de um condutor habilitado. Se o motorista se negar outra vez a passar pelo teste, em menos de 1 ano, a multa será dobrada, chegando a R$ 5.869,40.

Também houve mudança no grau de infrações para os motoristas que estacionarem em vagas preferenciais para idosos e deficientes sem ter como comprovar sua situação. A partir do dia 1/11, a infração deixa de ser grave e passa a ser gravíssima e o veículo será removido.

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *