Os cuidados com a limpeza interna

Revisão, limpeza da lataria, calibragem dos pneus, troca de óleo, manutenção preventiva…parece que não há cuidados suficientes para manter seu carro ativo e bem conservado. Mas há uma atenção extra que é preciso ter e nem sempre é lembrada pelos motoristas: a parte interna do veículo – bancos, estofamento e carpetes.

O estofamento do carro é muito delicado e pode manchar facilmente, desvalorizando-o. Além disso, é muito comum que cheiros fiquem impregnados no veículo, causando desconforto aos passageiros e, muitas vezes, atraindo insetos que normalmente não são bem-vindos. Para driblar casos assim, locais de limpeza especializada podem cuidar da parte interna do veículo de forma profissional, mas para quem prefere economizar e limpar sozinho, há alguns procedimentos que podem ser mais efetivos.

O primeiro passo é a proteção. Para os bancos, existem capas protetoras e impermeabilizantes – especialmente recomendados para carros que transportam crianças frequentemente, o que torna o derramamento de líquidos mais acentuado. Para as partes plásticas, alguns produtos dão brilho e ajudam a conservar. Bancos de couro também pedem um cuidado específico, como a hidratação, que os impede de rachar, e a proteção contra raios solares. Mesmo com tudo isso, imprevistos acontecem, então é bom saber como agir em momentos assim.

dunlop_limpeza (Foto: Divulgação Dunlop)

No caso do banco do veículo, qualquer mancha deve ser limpa na hora, pois isso aumenta as chances dela sair completamente. Se for líquido, é importante secar bem, pois se o banco permanecer molhado ele pode criar fungos e mofo. Um pano ou papel absorvente podem ajudar. Água morna e sabão neutro são úteis para vários tipos de manchas, principalmente se utilizados no ato. Lembrando de secar bem.

Sujeiras mais específicas e difíceis também podem ser tratadas caseiramente. Manchas gordurosas como graxa, hidratante, protetor solar, dentre outras, podem ser retiradas com álcool, se forem recentes. Senão, será necessário levar o banco a um lava jato. Manchas de caneta e batom, por exemplo, podem sair com álcool ou vinagre branco. Chiclete e chocolate devem ser endurecidos com um gelo antes de retirados, pois podem se espalhar e grudar ainda mais. Para retirar o que ficou, um pano com vinagre pode ajudar.

Os tapetes do carro são mais fáceis de limpar, mas também merecem atenção. A melhor forma de lavar é com uma mangueira, pois a forte pressão da água remove bem as impurezas. Além disso, é possível aplicar uma espuma de proteção neles, impedindo o grande acúmulo de sujeiras.

Além disso, um dos piores problemas para o seu carro são os odores que podem ficar por derrubar ou depois do transporte de coisas com cheiro forte. Uma excelente solução caseira é cortar duas maçãs ao meio e colocar cada metade em um dos bancos. Ao deixá-lo fechado durante a noite, a fruta irá absorver o odor ruim e ainda deixar um cheiro agradável. Para mantê-lo desse jeito, um odorizador com sua fragrância preferida é sempre uma boa pedida.

fonte

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *