Conheça os riscos das bolhas nos pneus

Como elas surgem, o que podem causar, como evitar maiores problemas? Confira.

bolha-2

Todo percurso hoje em dia tem alguns buracos, por isso o motorista deve ficar atento para não danificar o carro. Suspensão, pneus, parachoques e paralamas nem sempre são páreos para as irregularidades do asfalto. Assim, mesmo com muita cautela, um buraco ou outro acaba sendo inevitável, e suas consequências precisam ser levadas a sério. Como, por exemplo, é o caso das bolhas nos pneus.

Bolhas e saliências laterais podem aparecer na parte interna ou externa dos pneus, e são normalmente causadas por buracos ou choques contra guias. Grandes choques no pneu podem romper as cintas metálicas que o constituem e conferem resistência a ele. A probabilidade deste rompimento aumenta caso o pneu esteja calibrado com uma pressão menor do que o recomendado pelo fabricante do veículo. Com o aparecimento de bolhas, a resistência do pneu a impactos diminui, causando sobrecarga na banda de rodagem e instabilidade de direção, o que pode levar a um possível estouro.

Uma bolha no pneu pode ser identificada de algumas maneiras: visualmente, através de trepidação no volante ou pelo ruído causado ao trafegar com o veículo. A identificação prematura da saliência pode necessitar de bastante atenção para ser efetiva, caso for externa. Quando uma bolha for notada, a atitude mais segura é a substituição do pneu assim que possível, pois não há garantia que seu pneu não lhe trará problemas em breve.

dunlop_bolhaspneu (Foto: Divulgação Dunlop)

Alguns locais especializados afirmam consertar o problema das bolhas com a vulcanização, processo utilizado pelo fabricante para moldar borracha. Mas não se iluda, pois ela apenas mascara o problema e não o corrige definitivamente, mantendo os riscos de o pneu estourar. Como segurança vem em primeiro lugar, é imprescindível que o pneu seja substituído o mais rápido possível.

A atenção também é importante porque as bolhas podem acontecer tanto em pneus mais velhos quanto naqueles que acabaram de ser trocados. Também valem algumas atitudes para prevenir acidentes, como lembrar de sempre calibrar os pneus do veículo com a pressão correta, tomar cuidado com buracos e guias e substituir o pneu assim que notar alguma irregularidade.

fonte

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *