Tecnologia aumenta a segurança dos idosos

Tecnologia aumenta a segurança dos idosos ao atravessar ruas

O índice de idosos envolvidos em acidentes de trânsito, principalmente em atropelamentos, lamentavelmente preocupa. Pensando nisso, a cidade de Curitiba (PR) desenvolveu um aparelho que, quando acionado, aumenta o tempo de sinal verde para os pedestres de 12 para 18 segundos, tornando a travessia mais segura, principalmente para os idosos.

Em geral, o tempo que pessoas idosas levam para atravessar a rua é ligeiramente maior e o intervalo em que o semáforo permanece fechado não é suficiente para uma travessia tranquila, provocando diversos acidentes. Agora, a solução está nessa caixinha acoplada ao poste. Basta aproximar o cartão magnético do transporte coletivo que os riscos de incidentes durante a travessia de idosos e também a de deficientes físicos serão bem menores.

De acordo com dados da Seguradora Líder-DPVAT, as indenizações pagas por morte em acidentes envolvendo pedestre com mais de 65 anos foi de 23% no período compreendido entre janeiro e junho de 2014, totalizando 1812 ocorrências, e ocupando a segunda posição das faixas etárias analisadas. A faixa de 45 a 64 anos representa 27% do total das indenizações pagas por morte e ocupa a primeira posição. Já as indenizações pagas por invalidez totalizaram 4343 ocorrências envolvendo os pedestres dessa mesma idade e no mesmo período.

Dessa forma, é importante priorizar as medidas sociais que atendam as necessidades dos idosos e aumentem sua segurança diária no trânsito brasileiro. Lembrando que é responsabilidade de todos os motoristas, e também dos pedestres, estarem atentos e agirem com prudência e respeito. Só assim conseguiremos transformar a realidade das ruas e estradas, por meio de relações mais humanas e seguras. #todomotoristaehpedestre

Fonte:ViverSeguro
FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *