DISTRAÇÃO CAUSADA POR CELULAR É UMA DAS AMEÇAS À SEGURANÇA NO TRÂNSITO

Estudos alertam para falta de atenção dos motoristas

Ligação no celular, maquiagem no retrovisor, brincadeiras com passageiros no banco de trás. Os motivos que podem fazer o motorista perder a atenção enquanto dirige são muitos, e os números ressaltam o preço da distração: entre 2007 e 2016, mais de 15 mil pessoas morreram e 276 mil ficaram feridas em acidentes de trânsito causados por falta de atenção do condutor. O levantamento foi feito pelo antigo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação – atual Ministério da Infraestrutura.

A distração causada por celulares é uma das que mais ameaçam a segurança no trânsito. De acordo com a Organização Pan Americana da Saúde (Opas), da Organização das Nações Unidas (ONU), motoristas que usam o celular enquanto dirigem têm cerca de quatro vezes mais chances de se envolver em um acidente. Isso porque o uso do aparelho diminui o tempo de reação e dificulta que o condutor sustente o carro na pista e mantenha as distâncias de segurança.

Embora a legislação proíba o uso do celular ao volante e existam campanhas de conscientização dos riscos, parte da população ainda insiste na mistura perigosa. Uma recente pesquisa do Ministério da Saúde, feita com mais de 52 mil pessoas nas capitais brasileiras, revela que uma em cada cinco pessoas afirma que usa o aparelho enquanto dirige.

Dicas para evitar acidentes quando estiver dirigindo:

– Não se maquie ou ajuste a gravata no retrovisor. Isso pode ser feito quando o carro for estacionado;
– Não use o celular, seja para ligação ou mensagem de texto/vídeo. Além de perder a concentração, você dirige apenas com uma das mãos;
– Não procure objetos no porta-luvas ou em outros espaços do veículo. A atenção será desviada do que deve ser foco;
– Evite conversar com passageiros ao ponto de ter de virar o rosto ou até mesmo o corpo. Alguns segundos são suficientes para causar um acidente.

FacebookTwitterGoogle+WhatsAppCompartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *